quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O soldado, o menino e a padaria.

Olá amigos do RPG Cristão.
Sim, eu estou vivo, um tanto ocupado mas vivo. Mas finalmente no meio de toda a correria que tem sido estes últimos meses, encontrei um tempo para postar algo neste blog. 
A pesar do título, este não é nenhum texto desconhecido de C.S. Lewis, muito menos uma paródia. 
Eu explico: Durante uma cantata que assisti na igreja que frequento, o narrador (da cantata) contou uma pequena história que além de me fazer refletir, me deu algumas ideias para este post. Sendo assim tentarei reproduzir aqui a história contada e refletir sobre alguns pontos dela que podem ser utilizados no RPG Cristão.
Segue a história:
"No final da II Guerra Mundial, ao retornar para sua cidade natal, um soldado se depara com a destruição  causada pela guerra, as ruas e os prédios da cidade onde nascera e vivera, estão em ruínas, pessoas que perderam suas moradias se espalham pelas calçadas, tomadas de pó e cinzas. A cena se repete a cada quarteirão, poucos são os edifícios que não foram destruídos pelos bombardeios. 
Mas ao chegar próximo do local onde morava ele tem uma surpresa. Uma padaria permanece intacta, com seus pães quentinhos muito bem arrumados na vitrine. Na frente da padaria ele vê um garoto maltrapilho, com no máximo nove anos de idade, as mãos espalmadas no vidro e o olhar fixo nos pães expostos no interior do estabelecimento. 
O soldado para ao lado do garoto que parece nem perceber a chegada do homem uniformizado. Comovido o militar vasculha os muitos bolsos de sua farda, encontra algumas moedas e as estende à criança.
- Entre lá e compre um pão para você.
O garoto apanha as moedas e entra aos trombolhões na padaria, sem sequer lembrar-se de agradecer seu bem feitor.
O soldado se vira com um sorriso e continua seu caminho. Alguns minutos depois já bem mais à frente ele ouve alguém chamá-lo:
- Moço!? - O menino se aproxima correndo com um pedaço enorme de pão nas mãos.
O homem se vira e caminha de volta em sua direção. Ao aproximar-se do menino ele se ajoelha para que seus olhos possam fitar os olhos do garoto.
Então o menino pergunta:
- Moço, o senhor é Deus? - Os olhos do menino brilham com a expectativa da resposta.
- Não filho, Deus... é Deus. - O soldado responde carinhosamente com um sorriso que é imediatamente respondido pelo garoto.
O soldado se levanta, passa o braço ao  redor dos ombros do menino e ambos seguem conversando pela rua."

Esta pequena história me fez pensar em duas coisas:
A primeira, eu de certa forma já abordei aqui no blog, em "O heroísmo está fora de moda?" e nos fala sobre o caráter do herói. Atitudes aparentemente insignificantes, mas que mostram de que são feitos os personagens. Ou seja eles buscam apenas poder e glória, ou eles se preocupam com a comunidade e com as pessoas que os cercam. Seu personagem se sacrificaria para salvar alguém? Seu personagem se importa com coisas pequenas como um garoto com fome, ele daria seu último pedaço de pão para saciar a fome de uma criança? Ele abaixaria para falar com uma criança? 
Ou ele seria um daqueles bruta montes mal humorado que passa por cima de tudo que estiver na frente sem se importar em machucar quem quer que seja?
Pequenas atitudes que fazem um herói e que além disso podem gerar excelentes ganchos para novas histórias. Imagine por exemplo que anos mais tarde surge um novo herói inspirado nos atos de um homem que passou por uma aldeia e trocou algumas palavras com um menino enquanto o ajudava a tirar água do poço. Ou aquele garoto que certa vez seu personagem ajudou afugentando os garotos maiores que queriam lhe bater, atravessa a província para pedir que ajude a salvar seu vilarejo que está em perigo.
Outra coisa que a história do soldado acima me fez refletir foi sobre como inserir em suas campanhas diálogos que revelem Deus aos jogadores e personagens. 
Moça, eu só conheço um Deus e Ele não usa roupas assim. - Capitão América
Ao perguntar para o soldado se ele era Deus, o menino mostra que a ideia que ele tem de Deus é uma coisa boa. Por outro lado o soldado deixa bem claro que não há nada que se compare a Deus quando diz: "Deus é Deus". 
Outra frase famosa de um personagem também famoso que revela Deus está em "Os Vingadores" quando o Capitão América se refere a Thor e Loki e diz: "Moça, eu só conheço um Deus e Ele não usa roupas assim."
É possível utilizar estes ganchos para levarem os personagens e consequentemente os jogadores a conhecerem melhor a Deus sem que a aventura ou campanha seja necessariamente baseada em uma história bíblica. Uma forma de incluir em suas aventuras e campanhas, preceitos e fatos bíblicos em aventuras e campanhas comuns. 
Espero que tenham gostado.
Que Deus abençoe a todos.

6 comentários:

  1. Gosto muito dos seus posts, sempre li os seus artigos mas nunca comentei,otimo trabalho o que vc esta fazendo, vai em frente porque o Senhor està contigo.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da historia, bem criativa :-) Parabéns pela iniciativa de criar esse site!

    RPG Cristão me passa seu face ou msn, quero bater um papo com vc sobre os rpg e outra coisa mais que nao dá pra falar aqui

    FALOW

    ResponderExcluir
  3. Olá Alexandre (certo?). Meu Nome é Gabriel, sou do Rio de Janeiro, e gostaria meu irmão apenas de deixar uma pequena mensagem pra você (desculpe não achar um melhor meio). Queria te mostrar meu blog cristão: rpgcelestial.blogspot.com.br , acho que entende. Estamos juntos pela causa de Cristo e RPG. Vim dar um oi e dizer que não estamos sós nessa. Apesar de não se ver muita mobilização cristã, espero que Deus levante mais gente, assim como o seu (que acompanho) e o meu blog. Bom, meu e-mail: contato.gabriel12@gmail.com caso queira conversar algo a respeito. Mas o que estou fazendo é juntar alguma mobilização, se puder ajudar :D. Grato. Qualquer coisa só me contactar, ok? Juntos na causa de Cristo, fica na paz com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor, Seja bem vindo Gabriel. Já somos pelo menos 3 dê uma olhada na garagem do RPG e procure um projeto chamado "O Verbo RPG", também há outros RPGistas evangélicos que conheço. acho que Deus está começando a agir neste meio, vamos levar Luz às trevas.
      Já adicionei o link para o seu blog no RPG Cristão.
      Infelizmente, por questão de prioridades, não tenho podido me dedicar ao blog tanto quanto gostaria ultimamente, mas tenho alguns projetos bem interessantes, inclusive uma aventura nos tempos bíblicos para a qual estou fazendo uma pesquisa enorme.
      Mesmo assim gostaria de trocar umas ideias com você, já baixei o seu livro e vou dar uma lida nele.
      Que Deus o abençoe

      Excluir
  4. Amei o post, me fez refletir bastante... Que Deus possa estar te dando essa inspiração a cada amanhecer!
    Fica na paz de Cristo!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, mas mantenha o respeito. A partir de 12/03/14 só serão aceitos comentários identificados, assuma seu ponto de vista, identifique-se. Comentários com palavrões e ofensas serão excluídos, todos os demais (mesmo que discorde do ponto de vista apresentado) serão publicados e na medida do possível respondidos.