domingo, 6 de novembro de 2011

There can be only one?!

Olá amigos do RPG Cristão, e irmãos em Cristo.
Tenho estado um tanto afastado do blog ultimamente, na verdade a rotina diária família, trabalho e igreja tem dificultado um pouco a produção de material relevante para postar no blog. Por sorte tenho ainda muitos capítulos da saga de Mordecay, que podem preencher a ausência de posts no blog, embora não a deficiência de conteúdo. Alíás, agradeço a todos que tem acompanhado e indicado o RPG Cristão, no mês de outubro houve um recorde de acessos e o blog já passou de 4.000 visualizações de páginas. Passamos de 783 visualizações em Setembro para 1.267 em Outubro. 


O Profecia-RPG tem recebido ótimas criticas e tenho trabalhado para melhorar alguns pontos do jogo, dentro de algum tempo estarei disponibilizando uma nova versão com classes de personagens e outras novidades.
Sobre outros jogos de RPG com temática Cristã, como fui questionado em um comentário, existem sim outros jogos, alguns ainda precisam amadurecer, outros parece que foram esquecidos ou abandonados. Por uma questão de ética não citarei quais são aqui.
Mas o que isso tem a ver com o título do post?
Ao contrário do Highlander onde no final só pode haver um, não é minha intensão ser o único RPGista Cristão na internet, eu quero mais é que muitos outros venham a se manifestar, assumir sua fé e trazer luz às trevas. Eu diria "que não pode haver só um" There can't be only one.
Quando comecei o blog em março deste ano entrei em contato com autores que tinham RPGs baseados na Bíblia, mas sinceramente, a resposta foi desanimadora, alguns demonstraram total falta de interesse, outros simplesmente nem responderam.

Quando pensei que era o único, o Senhor me mostrou que haviam outros.
Glórias a Deus por todos os outros RPGistas Cristãos espalhados pelo mundo.

O fato é que não sei se por que motivos, muitos RPGistas Cristãos, preferem não assumir sua fé no meio RPGista enquanto outros desperdiçam seu tempo e talento em críticas desenfreadas e mal fundamentadas contra aqueles que falam mal do RPG. Esbravejam e "gritam" com fúria infantil e imatura contra pessoas desinformadas que ouviram falar que o RPG é um jogo do Demônio e nem se quer se deram ao trabalho procurar conhecer ou se informar melhor sobre o assunto de forma imparcial. Volto a dizer, isto mais atrapalha do que ajuda, não adianta dar "chilique" e sair ofendendo. Temos que assumir que existem sim, jogos de RPG que tem forte influência demoníaca, mas que não são todos e que há muito potencial para coisas boas no RPG. 
Temos que mostrar que nós RPGistas não somos monstros adoradores de Satanás e que há em nosso meio muitos servos comprometidos com a obra de Cristo, mas isso tem que ser feito com sabedoria, de forma polida e cortês, condizente com o padrão que o senhor Jesus nos deixou. Só então veremos a imagem do nosso hobby mudar frente às autoridades Cristãs. O diabo só tem aquilo que damos a ele. Quanto aos que tratam o RPG com intolerância e não aceitam nem mesmo uma argumentação sadia, a melhor resposta a estes é o silêncio, não lhes deem IBOPE e não gerem mais polêmica, pois é isto o que querem. Deixem que suas bravatas carregadas de preconceito e desinformação ecoem rumo ao esquecimento. A todos os outros, tratem com respeito e honradez.
Por outro lado, sinto que alguma mudança já esta acontecendo, quando comecei o blog recebia mais críticas do que apoio, hoje isto está se invertendo, tenho recebido muitas mensagens de apoio e agradeço a todos por se permitirem ser usados por Deus para me dar ânimo e disposição para continuar com este trabalho. Sei também de projetos que ainda não posso comentar, mas que apesar de estarem no início, tem grande potencial e oro para que Deus abençoe e inspire o seus autores.
Que Deus levante outros para trazer luz às trevas e engrossar as fileiras do RPG Cristão.
Que Deus abençoe a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, mas mantenha o respeito. A partir de 12/03/14 só serão aceitos comentários identificados, assuma seu ponto de vista, identifique-se. Comentários com palavrões e ofensas serão excluídos, todos os demais (mesmo que discorde do ponto de vista apresentado) serão publicados e na medida do possível respondidos.