quarta-feira, 27 de abril de 2011

RPG Cristão agora tem domínio próprio

Salve amigos RPGistas e irmãos em Cristo.
A coisa está ficando séria, o RPG Cristão agora tem domínio próprio.
Pois é a partir de agora você já pode acessar o RPG Cristão digitando somente rpgcristao.com.br ou www.rpgcristao.com.br. Mas não se preocupe, se você digitar rpgcristao.blogspot.com ainda vai funcionar.
Viu, agora é muito mais fácil para guardar e indicar o blog para os amigos. 
Aproveitem, dêem uma lida no blog e façam comentários antes que eu comece a ficar triste. Não quero apelar para a técnica de coerção amplamente utilizada por outros blogueiros ameaçando o pobre patinho de borracha.
Duck, I'm your father!
(Duck, eu sou seu pai)
Que Deus abençoe a todos

2 comentários:

  1. Alê, parabéns pela iniciativa. Ontem me deparei com meu filho me pedindo para levá-lo a uma sessão de RPG D&D e lembrei-me que tinha lido algo de que havia algum perigo em se envolver com esse jogo. É claro que tudo depende do grupo que está jogando, da profundidade do limite entre real e imaginário que eles põem no jogo. Mas me sentiria muito mais confortável e feliz se ele estivesse vivendo uma aventura com princípios baseados na Bíblia. Que tenha sucesso em seu projeto de evangelização em nome de Jesus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, e seja bem vindo ao RPG Cristão.
      O que você relatou, ainda não aconteceu comigo pois meus filhos ainda não estão em idade de se interessar por RPG, Mas acontece com relação à outros temas, como desenhos animados e filmes. Uma técnica que costumo utilizar como pai, toda vez que sinto que meus filhos estão se interessando por algo que não condiz com a nossa fé, ou que pode prejudicá-los de alguma forma, é exatamente o que você fez, pesquisar sobre o assunto e não simplesmente proibir.
      Com relação a filmes, desenhos e jogos, procuro assistir a um ou dois episódios ou jogar uma partida junto com meus filhos e explico a eles todos os aspectos negativos daquilo que estamos vendo. Normalmente minha filha chega à conclusão de que determinado filme, desenho ou jogo não é bom para ela sozinha, sem que eu precise proibir.
      Porém quando mesmo depois de conversar se faz necessária a autoridade paterna através de uma "proibição" os motivos devem ficar bem claros para a criança. O "sou seu pai é assim e acabou" normalmente piora as coisas.
      O RPG em si como jogo, não traz nenhum dano espiritual, muito pelo contrário, as vantagens pedagógicas do RPG o tornam uma diversão muito boa e até edificante em termos educacionais.
      Mas acima de tudo vale o bom senso e aquilo que o Espirito Santo ministra ao seu coração. Vale o que diz o Apostolo Paulo:
      Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.1 Coríntios 6:12
      Que Deus o abençoe.

      Excluir

Deixe seu comentário, mas mantenha o respeito. A partir de 12/03/14 só serão aceitos comentários identificados, assuma seu ponto de vista, identifique-se. Comentários com palavrões e ofensas serão excluídos, todos os demais (mesmo que discorde do ponto de vista apresentado) serão publicados e na medida do possível respondidos.