quinta-feira, 7 de abril de 2011

Algumas coisas que você precisa saber antes de jogar “Vampiro”

Os RPGs Vampiro, A Máscara e Vampiro O Requiém listam entre os mais jogados depois do D&D, porém sua temática adulta e recheada de elementos ocultistas, conflitam com muitos princípios da fé Cristã.  
Não pretendo aqui "malhar" este RPG, mas sim alertar para o perigo que esta temática carrega para nossas vidas espirituais.
Vamos começar pelo principal.
Vampiros são criaturas amaldiçoadas, condenadas a viver nas trevas. Aqueles que crêem em Cristo são filhos da Luz, veja o que a Bíblia diz a esse respeito.
Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
Vampiros são mortos-vivos, a Bíblia não usa a expressão “morto-vivo”, mas se refere à morte de 3 maneiras
1 – A morte física, morte do corpo, da matéria (a Alma e o Espírito voltam para Deus ou para a condenação)
2 – A morte espiritual, distanciamento de Deus, vida sem Deus. Se fizermos uma analogia com a bíblia, este seria o ponto mais próximo de um morto-vivo, na verdade o termo correto seria um vivo-morto, uma pessoa que está viva, mas sem a presença de Deus, como vemos em
E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: SENHOR, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai.

Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.
Cristo aqui se referiu àqueles que estão mortos Espiritualmente, ou seja, separados de Deus.
3 – A morte eterna é a separação definitiva de Deus após a condenação no Tribunal do Juízo.
Anne Rice escritora famosa de histórias como "Entrevista com o Vampiro" e "A Rainha dos Condenados", declarou em entrevista: 
“O vampiro é a metáfora para o marginal e a pessoa que se sente separado de Deus.”
Heresia: O livro Vampiro atribui o vampirismo à maldição de Deus sobre Caim, após este matar seu irmão Abel. Não existe referência e muito menos base para isso na Bíblia.
E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.

E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão.

Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra.

Então disse Caim ao SENHOR: É maior a minha maldade que a que possa ser perdoada.

Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e vagabundo na terra, e será que todo aquele que me achar, me matará.
O SENHOR, porém, disse-lhe: Portanto qualquer que matar a Caim, sete vezes será castigado. E pôs o SENHOR um sinal em Caim, para que o não ferisse qualquer que o achasse.
E saiu Caim de diante da face do SENHOR, e habitou na terra de Node, do lado oriental do Éden.
Afirmar que o sinal que Deus colocou em Caim seria o crescimento dos dentes caninos e a alteração na íris, é forçar uma interpretação, alterando o sentido do texto referido para justificar uma idéia enganosa que não está na Bíblia.
Vampiros alimentam-se de sangue o que é fortemente condenado pela Bíblia. O sacrifício humano é proibido na Bíblia. Na verdade, Deus advertiu repetidamente o povo de Israel a não beber sangue, pois o sangue é a vida.
Deuteronômio 12:23, "Tão somente o sangue não comereis; sobre a terra derramarei como água"
Outra passagem da Bíblia onde há esta advertência esta em Gêneses 9:4 "A carne porém, com sua vida, isto é com seu sangue, não comereis"
Percebe-se pelos textos acima a importância do sangue para Deus, no antigo testamento o sangue de animais inocentes era derramado para expiar e encobrir os pecados do povo de Deus. Na saída do povo hebreu do Egito, o sangue foi usado como selo para aqueles que estavam sob a proteção de Deus.
E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo Eu o sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito.
O Sangue sempre teve uma importância muito grande nas culturas antigas, tanto é que em muitos povos os homens banhavam-se e até bebiam o sangue de seus inimigos, acreditando que assim se tornariam mais poderosos e até imortais. O sangue tem um valor especial no mundo espiritual. Pactos espirituais são celebrados com sangue para que tenham um valor maior no mundo sobrenatural.

A importância do sangue no mundo espiritual é tanta que Deus enviou seu filho Jesus Cristo para que através do derramamento do seu sangue inocente fosse pago o resgate de todos aqueles que nele crerem.  

No livro Vampiro a Máscara, existem inúmeras referências aos pactos e laços de sangue, inclusive uma explicação detalhada sobre o assunto (antes que alguém me acuse de falar do que não sei, sim eu já joguei Vampiro a Máscara e já li o livro todo).

Inversão de valores
Tempos atrás os vampiros eram os bandidos, os monstros que eram caçados e exterminados, e sua aparência era monstruosa. Hoje em dia há uma inversão e um apelo que transformaram o vampiro de uma criatura vil, monstruosa e maléfica em um ser belo, romântico e heróico. Os vampiros de hoje são os mocinhos dos filmes, são bonitos e bons. Veja o que a Bíblia diz sobre a inversão de valores.
Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!
Isso sem contar o apelo à sensualidade, e a grande quantidade de símbolos ocultistas estampadas no livro. Eu poderia escrever muito mais sobre este assunto aqui, mas creio que o que foi colocado aqui já é suficiente para o propósito ao qual se destina.
Antes de entrar em uma sessão de Vampiro, reflita se como Cristão é conveniente você se envolver com este tipo de material. Não estou dizendo que jogar Vampiro é ou não pecado e nem que você deve ou não jogar. Mas peço que você analise os fatos e tome a sua decisão.
Isto é entre você e Deus.
Que Deus abençoe a todos. 

3 comentários:

  1. Muito bons o seu blog cara! Sou estudante de teologia luterana e estou trabalhando na criação de materiail de RPG para discipulado cristão ou para evangelismo. Você não imagina como fiquei feliz de encontrar seu blog. Gostaria de trocar algumas idéias com você sobre isso e talvez possamos desenvolver algo em conjunto. Sou mestre de RPG à 10 anos e sinto que meu futuro ministério como teólogo será trabalhar com o RPG. Um abraço cara!

    ResponderExcluir
  2. Acho que há uma confusão para o autor do blog.

    Perigo só existe em quem não sabe dferenciar suas proprias fantasias da realidade.

    RPG é um instrumento pedag[ógico perfeitamente válido, que estimula recursos como narrativa, sociabilidade, estruturamento lógico, conhecimento histórico e raciocínio matemático, sem falar em entretenimento.

    Assim como jogar Banco Imobiliário não faz de alguém um milionário, jogar Vampiro ou qq RPG não traz à pessoa qualquer prejuízo moral. É preciso saber diferenciar a brincadeira da realidade, pois não?

    ResponderExcluir
  3. Bom, eu sempre achei q ao jogar vampiro eu iria interpretar um vampiro e nao virar um!!!!

    é o mesmo efeito q ocorre com atores de filmes e tv, eles representam um personagem dentro de uma historia encenada.

    A historia de caim vampiro não está na biblia, mas tmb não está! O sinal de Deus não é explicitado e como a maldição diz ainda que a terra não lhe dará sustento e que o sangue clama por ele, entao o autor se aproveitou disso para criar uma FANTASIA, para um jogo de FANTASIA...

    Se formos levar sua visão sobre vampiro para outros rpgs, nao vamos jogar nenhum!

    Em D&D vc pode ser um elfo, um ser feérico oriundo das lendas heréticas de povos pagãos. Alem do mais, neste jogo vc usa elementos como necromancia, ressurreição, possessão, rituais mágicos, simibolos sagrados, e adora muuuuuuuitos deuses diferentes de tudo q a biblia recomenda!

    Mas pq D&D pode ser jogado e vampiro nao!?

    Bom, eu nem jogo vampiro, mas sem diferenciar um jogo bobo das serias advertencias do evangelho sobre ataques reais à nossa alma ou saúde espiritual ou etc!

    O rpg é uma ferramenta e vc a usa como quiser...
    faça um rpg cristão e alguem pode jogar de endemoniado,
    faça um rpg de vampiros e alguem pode ser um paladino da luz lutando contra estas bestas sanguessugas!

    O limite é a pequenez da imaginação de quem joga!

    Boa sorte com o Blog

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, mas mantenha o respeito. A partir de 12/03/14 só serão aceitos comentários identificados, assuma seu ponto de vista, identifique-se. Comentários com palavrões e ofensas serão excluídos, todos os demais (mesmo que discorde do ponto de vista apresentado) serão publicados e na medida do possível respondidos.